Desde 1997 o Metrô de São Paulo, gradativamente, vem substituindo softwares proprietários em suas estações de trabalho por equivalentes livres. Segundo informações da Companhia, apenas a substituição do Ms Office pelo OpenOffice gerou uma economia de aproximadamente R$ 1,4 milhões por ano.

Durante esse período de transição, a equipe de TI do Metrô desenvolveu algumas apostilas utilizadas para treinamentos dos funcionários da empresa. Seguindo a filosofia do software livre, as apostilas desenvolvidas foram disponibilizadas livremente para download no seguinte endereço:

http://www.metro.sp.gov.br/diversos/download/tedownload.asp

Na página acima é possível encontrar apostilas de GIMP, Gantt Project, Firefox, Thunderbird e OpenOffice.